Debate sobre eutanásia e suicídio assistido, em Coimbra, encerra ciclo de sessões

Ao fim da tarde desta segunda-feira realiza-se, em Coimbra, a última sessão do 3.º ciclo das “Conversas com ética”, que se centrará no tema “Eutanásia e suicídio assistido”. Margarida Silvestre, impulsionadora da realização da iniciativa nesta cidade, destaca que “há uma necessidade expressa” de conhecimento e reflexão sobre o assunto.

Em declarações à Just News, a regente da Unidade Curricular de Ética, Deontologia e Exercício Profissional, do Instituto de Bioética da FMUC, realça que este é um tema “fraturante”, com defensores da sua proibição, por um lado, e da sua descriminalização, por outro, "que domina a discussão ética e legal da atualidade, quer a nível parlamentar, quer da comunicação social".

Segundo Margarida Silvestre, em termos éticos, o tema da eutanásia “convoca o binómio autonomia-responsabilidade, quer por parte de quem pede que o matem ou que o ajudem a matar-se (consoante se trate de eutanásia ou de suicídio assistido), quer por parte de quem acolhe o pedido e decide ou não executá-lo”.

De acordo com a nossa entrevistada, a temática tem sido alvo de múltiplos debates, promovidos pelas mais variadas entidades. Recorda dois em que participou como moderadora, um promovido pelo Departamento Científico do Núcleo de Estudantes de Medicina da Associação Académica de Coimbra e outro organizado pelo Serviço de Assistência Religiosa e Espiritual do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).



 “Qualidade e pluralidade” dos oradores convidados

“É fundamental conhecer e entender de forma global quais os argumentos que fundamentam cada uma das posições, para que cada pessoa, à luz dos seus próprios valores e convicções, e depois de uma profunda reflexão, se consiga posicionar”, sublinha.

Margarida Silvestre faz questão de salientar a “qualidade e pluralidade” dos dois oradores desta última sessão: Miguel Oliveira da Silva, médico e professor catedrático de ética médica, e José Manuel Pureza, professor catedrático de economia e deputado parlamentar. A moderação ficará a cargo de Jorge Pimentel, diretor do Serviço de Medicina Intensiva do CHUC ao longo das últimas décadas, até à sua aposentação, há um mês.

A Ordem dos Médicos será representada por Carlos Cortes, presidente da Secção Regional do Centro. Américo Figueiredo vai estar em nome da FMUC, na qualidade de subdiretor.
“Espero que alunos, docentes, investigadores e funcionários da nossa Universidade, assim como a população em geral, a quem a sessão é aberta, marquem presença neste evento e contribuam, com a sua intervenção, para o sucesso da mesma”, realça.



Um balanço "extremamente positivo"

Relativamente ao impacto da iniciativa que agora termina, Margarida Silvestre afirma: “Congratulo-me com a qualidade de todas as sessões, sem exceção, assim como com a adesão de um público de diversas faixas etárias e áreas de formação, que não só marcou presença como participou ativamente na discussão dos temas, de forma global e transdisciplinar, como se pretende em Bioética. O balanço final foi extremamente positivo e já foram muitos os presentes que nos felicitaram pela iniciativa e nos questionaram quando é que ocorrerá a próxima edição. “

Ao longo das sete sessões que constituíram o 3.º ciclo da iniciativa, debateram-se temas como a utilização da cannabis para fins terapêuticos, a violência doméstica, os alimentos e suplementos, entre outros. A iniciativa, que teve início em fevereiro, tem organização conjunta dos Institutos de Bioética da FMUC e da Universidade Católica Portuguesa. 

À semelhança das anteriores sessões, também a desta segunda-feira terá lugar na FMUC – Polo III, no Anfiteatro 1 da Subunidade 1, das 18.00h às 20.00h, sendo aberta à comunidade. A inscrição (sem certificado) é gratuita. 

Para mais informações:
Telefone: +351 239 857 729  
E-mail: gea@fmed.uc.pt 



seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir


Médicos de família assinalam Dia Mundial da Asma 2019 na Sertã