Coimbra: Maternidade Daniel de Matos celebra 20 anos de intervenção psicológica

Desenvolvido por psicólogos clínicos e investigadores, o Be a Mom, um projeto-piloto de e-health no âmbito da prevenção da depressão pós-parto, vai ser brevemente disponibilizado a todas as mulheres cujo parto decorra na Maternidade Daniel de Matos. A iniciativa é da Unidade de Intervenção Psicológica (UnIP), que celebrou esta segunda-feira o 20.º aniversário.


Equipa da UnIP na comemoração do 20.º aniversário

Em declarações à Just News, Cristina Canavarro, coordenadora da UnIP e professora catedrática da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (FPCE-UC), destaca a relevância e urgência do projeto:

"Aproveitando as mais valias da e-health (utilização das TIC em cuidados de saúde) na melhoria do acesso da população em geral aos cuidados de saúde, o Be a Mom surge para responder a uma necessidade identificada pela prática clínica: a escassez de respostas de prevenção e promoção de saúde psicológica no período pós-parto."



Esclarece ainda a responsável que se trata de "um programa interativo de autoajuda que contém informação, exercícios e estratégias sobre vários aspetos importantes da experiência de maternidade. Dirige-se a todas as mulheres que se encontrem no período pós-parto e tem como principal objetivo ajudar a promover o bem-estar emocional e a saúde psicológica neste período, assim como a adaptação a esta fase."

Os benefícios do projeto são ainda mais amplos, já que "poderá também ajudar a prevenir a ocorrência de depressão pós-parto, quando as mulheres apresentam alguns sinais ou sintomas que indicam a probabilidade de desenvolver este problema psicológico".



De acordo com Cristina Canavarro, Be a Mom resulta do trabalho de colaboração de vinte anos entre a FPCE-UC e a Maternidade Daniel de Matos - Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), exatamente através da Unidade de Intervenção Psicológica (UnIP).

O programa foi desenvolvido por uma equipa de psicólogos clínicos e investigadores, "entre os quais destaco a importante colaboração da Doutora Ana Fonseca, da linha de investigação Relações, Desenvolvimento e Saúde do Centro de Investigação do Núcleo de Estudos e Intervenção Cognitivo-Comportamental da FPCE-UC e da UnIP". Conta ainda com a parceria da Redlight Software, uma empresa na área da informática.

Vasto leque de atividades assistenciais

Relativamente à UnIP, e além de Cristina Canavarro, a equipa da UnIP integra Anabela Pedrosa, psicóloga contratada pelo CHUC desde 2017, "o rosto mais importante das consultas realizadas face a face, e diversos psicólogos clínicos/investigadores da FPCE-UC, que transitoriamente integram a UnIP no âmbito de projetos desenvolvidos".


Cristina Canavarro e Anabela Pedrosa

A atividade e iniciativas desenvolvidas pela unidade ao longo destes primeiros 20 anos têm sido vastas. "Ingressaram na UnIP 6213 utentes, tendo sido realizadas 24921 consultas", refere Cristina Canavarro. Questões relacionadas com a gravidez e o pós-parto são as que estão na origem do maior número de intervenções, mas também a esterilidade, a perda gestacional, a interrupção voluntária da gravidez e a a preservação da fertilidade suscitaram uma "incursão".



Investigação, formação e articulação


Além da atividade assistencial desenvolvida pela UnIP ao longo destes 20 anos, "a ligação entre a academia e a vertente hospitalar, sustentada por protocolo existente, permitiu que se desenvolvessem linhas de investigação translacional aplicadas à Parentalidade e Saúde Reprodutiva, com vista a proporcionar intervenções eficazes e adequadas à população em causa".

Por outro lado, "tem-se procurado também responder a necessidades de formação interna e externa (pré e pós-graduada), estabelecendo-se vias de articulação/colaboração com entidades internas e externas ao CHUC".

Cristina Canavarro destaca, assim, a importância da articulação institucional, "que permite robustecer uma intervenção suportada na evidência, realizar investigação mais próxima das necessidades dos grupos alvo, constituindo por isso também um melhor ambiente de aprendizagem/formação."


A coordenadora da UnIP sublinha ainda estar "convicta que as utentes e as suas famílias são beneficiadas, pois têm acesso a cuidados de saúde personalizados e de acordo com o estado da arte dos dias de hoje".


Mesa de comemorações do 20.º aniversário da UnIP: Cristina Canavarro, José Sousa Barros (diretor da Unidade de Gestão Integrada de Saúde Materno Fetal e NeoNatal), Madalena Alarcão (vice-reitora da UC), António Gomes Ferreira (diretor da FPCE-UC) e Paulo Moura (diretor do Serviço de Obstetrícia da Maternidade Daniel de Matos)



seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir