Psicoterapia: Congresso aborda as Artes «enquanto agente de estabilização emocional»

"Arte e Integração Social em contexto educacional e terapêutico" é o tema central do 20.º Congresso Português de Arte-Terapia. Dirigido a todos os profissionais interessados na Arte-Terapia/Psicoterapia, o evento está também aberto ao público em geral.

Agendado para dias 12 e 13 de outubro de 2019, o evento realiza-se na Fundação Calouste Gulbenkian, sendo organizado pela Sociedade Portuguesa de Arte-Terapia (SPAT), presidida por Ruy de Carvalho.

"Agente de estabilização emocional"

Na apresentação do evento, o responsável aproveita para destacar a "amplitude e abrangência da adaptação e adequação da Arte-Terapia/Psicoterapia". Na sua opinião, não há qualquer dúvida sobre a sua utilidade em pacientes diversos:

"Entre eles podemos destacar adultos com problemáticas mentais do foro psicótico, depressivo, ansioso e estado limite. Para além destes é igualmente adequada a sua especificação para intervir com crianças, adolescentes e idosos."

Ruy de Carvalho faz igualmente referência aos "pacientes somáticos, como aqueles com problemáticas oncológicas, que por vezes condicionam um paradoxo de exclusão", considerando que também podem beneficiar das Artes "enquanto agente de estabilização emocional".

Ao longo dos dois dias serão abordados temas como "Religar-me ao mundo. Arte-Terapia na Oncologia Feminina", "A Arte-Terapia em contexto laboral - Projeto Cuidarte" e " A Arte-Terapia e a infância difícil - Crianças agressivas e hiperativas".



O programa pode ser consultado aqui.

seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir