Dependências de álcool, tabaco e internet: «Aumenta o número de pessoas que descompensaram»

A participação de uma oradora estrangeira e uma sessão de comunicações orais são as novidades das 3.as Jornadas dos Comportamentos Aditivos do CHPL: álcool, tabaco e internet. A decorrerem nos dias 25 e 26 de novembro, abordarão várias temáticas, "sendo inevitável o aumento dos pedidos de ajuda na pandemia".

Joana Teixeira, coordenadora da Unidade de Alcoologia e Novas Dependências do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (CHPL), é a responsável pelas 3.as Jornadas, que já deveriam ter acontecido o ano passado. E se as dependências são sempre um tema atual e preocupante, são-no ainda mais perante a atual conjuntura de saúde e socioeconómica.

“Temos assistido a um aumento significativo de pessoas que estavam estabilizadas e que descompensaram e a pedidos de referenciação de médicos de família.”

O confinamento, o medo da doença, a imprevisibilidade e o desemprego acabaram por comprometer a saúde mental de uma parte da população. No caso do álcool vai-se falar sobre a temática em si, nomeadamente no âmbito da abordagem em cuidados de saúde primários, mas também no impacto na mulher.

“O alcoolismo no feminino é de todo diferente, porque tende-se a esconder mais, existem maiores sentimentos de culpa e tem-se mais dificuldade em pedir ajuda.”


Joana Teixeira

Mas se o consumo excessivo de álcool aumentou no último ano e meio, o mesmo aconteceu com o tabagismo e a internet. Neste último caso, foi mesmo o mote para se perceber que era preciso pedir ajuda. “Felizmente têm-se feito algumas campanhas e, no confinamento, quer o doente como a família aperceberam-se do problema.”

Ainda no âmbito dos ecrãs, além da internet e dos jogos, existe outra tendência: a vigorexia. "Num mundo onde os likes nas redes sociais se tornaram muito importantes há quem queira manter a imagem de um corpo musculado, tornando-se numa ideia obsessiva. É um fenómeno ao qual temos de estar atentos.”

No evento vai ainda falar-se patologia dual, tendo-se convidado, pela primeira vez na história das Jornadas uma oradora estrangeira. Será Elena Ros, psiquiatra no Hospital de Barcelona e uma referência nesta área.

Além da sessão de pósteres, haverá também uma outra de comunicações orais, também uma novidade, e workshops sobre “Psicodrama nas dependências”, “Técnicas de gestão da ansiedade” e “As narrativas na abordagem terapêutica das dependências”. Vai ainda publicar-se, pela primeira vez, um livro com os abstracts dos pósteres e das comunicações orais.

O evento tem como destinatários médicos internos e especialistas em Psiquiatria, especialistas em Medicina Geral e Familiar, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e todos aqueles que trabalham diretamente na área das dependências.


Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda