My Servier

Infeções por bactérias multirresistentes: «Contamos já com mais de 1800 inscrições no Focus On»

"Estamos muito satisfeitos com a adesão a este curso", afirma Susana Castro Marques, diretora médica da Pfizer Portugal, a propósito do projeto lançado no início de julho e dedicado a oferecer formação atualizada a profissionais de saúde sobre as infeções por bactérias multirresistentes.

Em declarações à Just News, a responsável adianta que, até ao momento, "contamos com mais de 1800 inscrições". Um número que ganha ainda mais relevância pela diversidade de destinatários que está a abranger, conforme explica:

"Temos uma distribuição de inscritos bastante equitativa entre médicos, farmacêuticos e enfermeiros, o que corresponde a um dos objetivos principais do curso aquando do seu desenvolvimento. Dentro das especialidades médicas mais representadas encontram-se a Medicina Interna, a Medicina Intensiva, as Doenças Infeciosas e a Patologia Clínica."

No entanto, sublinha a médica, "temos vários inscritos de diferentes especialidades médicas, o que reforça a transversalidade e pertinência deste tema."


Susana Castro Marques

O sofrimento e custos que "este tipo de infeções acarreta"

Questionada sobre como surgiu a ideia de se realizar este curso, Susana Castro Marques começa por lembrar que "as infeções bacterianas multirresistentes são reconhecidas como um dos desafios mais preocupantes no que diz respeito aos cuidados de saúde, não só pelo aumento significativo das taxas de morbilidade e mortalidade, mas também pelos custos que este tipo de infeções acarreta".

Assim, tendo consciência da importância desta temática e da "necessidade de disponibilizar ferramentas de ensino de qualidade, a Pfizer Portugal desenvolveu um curso formativo em formato e-learning orientado a este tema, destinado a todos os profissionais de saúde".

E, precisamente para que o curso tenha o maior alcance possível, Susana Castro Marques acrescenta que foi tomada logo de início a opção de realizar o curso em formato gratuito: "Acreditamos que as barreiras no acesso ao conhecimento devem ser menorizadas, portanto, para nós, só fazia sentido construir uma atividade educativa desta forma."


Desta forma, e face à relevância do tema na atualidade, revela que tem existido uma procura "quer por profissionais ainda em início de carreira quer por profissionais já com experiência na área".



Reconhecimento da qualidade do programa

O conteúdo programático do curso está estruturado em cinco módulos, cuja apresentação, em formato vídeo, está a cabo de 14 profissionais de saúde, "especializados em doenças infeciosas, que trabalham na área do controlo de infeção e que se encontram envolvidos em projetos de investigação nessa área".

Susana Castro Marques indica que alguns dos profissionais são especialistas em Infeciologia, Medicina Intensiva, Saúde Pública, Patologia Clínica, e outros são farmacêuticos e enfermeiros.

O projeto destaca-se também pelo facto de contar com o patrocínio científico de oito associações e sociedades científicas, assim como de creditação pela Ordem dos Farmacêuticos.

"Para nós é, indiscutivelmente, um sinal da relevância dos temas escolhidos, da qualidade de todos os conteúdos e um importante voto de confiança no trabalho do departamento médico da Pfizer Portugal", afirma a responsável.

A participação é possível até dia 8 de outubro

As inscrições no curso Focus On - infeções por bactérias multirresistentes estão abertas até dia 8 de outubro e "todos os profissionais terão acesso a todos os conteúdos até dia 31 de outubro", data de encerramento do curso.

Susana Castro Marques aproveita, aliás, para convidar ainda à participação, esclarecendo que, "assim que o registo é validado, o profissional tem acesso aos vídeos das aulas dos 5 módulos, bem como às apresentações e ao manual digital de apoio".


Educação: uma "ferramenta fundamental"

E, quando falta pouco mais de duas semanas para terminar o prazo de inscrição para o Focus On, a diretora médica da Pfizer Portugal não hesita no balanço que faz deste novo projeto que arrancou dia 4 de julho:

"Estamos extremamente orgulhosos desta atividade educativa. Além da importante adesão dos profissionais de saúde, temos recebido um feedback muito positivo, bem como várias sugestões que nos permitirão melhorar nas próximas edições (algo que já aguardamos com entusiasmo)."

E acrescenta: "Acreditamos que o investimento nesta área deve passar pela educação e que esta é, também, uma ferramenta fundamental no combate à resistência aos antimicrobianos."



seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda