Especialistas alertam para influência da urticária nas actividades do dia-a-dia

Apesar de não haver dados recentes acerca da prevalência dos problemas de urticária na população portuguesa, estudos internacionais estimam que um em cada cinco indivíduos terão pelo menos um episódio de urticária na vida. A urticária afecta todas as idades, sem preferência, e nas crianças são frequentes os episódios de urticária aguda. No próximo sábado, dia 8 de Março, o instituto CUF Porto promove uma Sessão Formativa +SABER para ajudar os médicos de Medicina Geral e Familiar a detectar casos de urticária, e outros do foro da Imunoalergologia, e encaminhá-los para o especialista e tratamento indicado.
Para além da urticária, estarão em destaque as alergias respiratórias e a anafilaxia, numa sessão que espera mais de 80 médicos de Centros de Saúde e USF de todo o Grande Porto.

O correcto conhecimento dos Médicos de Família sobre as principais patologias ligadas à Imunoalergologia pode ajudar no tratamento atempado e melhoria da qualidade de vida dos doentes. É a partir deste pressuposto que a próxima sessão do Programa +SABER, no instituto CUF Porto, vai apresentar estudos de caso e tratamentos mais adequados para patologias como as alergias respiratórias, urticária e anafilaxia.
Desde o diagnóstico e tratamento da asma e rinite, passando pelos mitos e evidências científicas da urticária crónica, a sessão abordará ainda a temática da anafilaxia, nomeadamente como reconhecer precocemente o problema, anafilaxia por medicamentos, alimentos e outras causas.
 

O Programa +SABER
 
O +SABER é um Programa nascido no instituto CUF Porto que contempla sessões de formação práticas (Sábados +SABER), estágios e acções de sensibilização dirigidas a médicos dos Centros de Saúde e Unidades de Saúde Familiar de todo o Grande Porto. Os sábados +SABER, liderados por médicos especialistas e cujos temas serão escolhidos de acordo com as necessidades sentidas pelos próprios Médicos de Família, são sempre de cariz prático, sendo que a aprendizagem é feita através do recurso a casos clínicos concretos e sua resolução.
 
Mais informações em www.cufportoinstituto.pt/ ou através dos contactos 220 033 500; email: secretariadoclinico.icuf@jmellosaude.pt.

Imprimir