Portugal recebe 10ª edição do World Congress on Controversies in Neurology em 2016

Portugal vai receber, pela primeira vez, o World Congress on Controversies in Neurology (CONy), evento que celebra dez anos. “Os temas mais quentes em debate serão as demências, a epilepsia, as cefaleias, a neuropatologia, as doenças neuromusculares e o AVC”, referiu Vítor Oliveira, presidente da Sociedade Portuguesa de Neurologia (SPN).

O responsável, que será o coordenador local do CONy, que terá lugar em Lisboa, entre 17 e 20 de março, falava à Just News no decorrer do Congresso Nacional da SPN, que se realizou este mês, em Lisboa, no Sana Hotel.



“Esperemos que o evento de 2016 venha a ter um grande impacto e que conte com uma participação muito grande de especialistas portugueses e internacionais, que podem discutir os prós e os contras em determinados temas da Neurologia”, afirmou, acrescentando: “Este debate é essencial para que se tenha uma noção mais concreta da relatividade de certo tipo de intervenções que, apesar de estarem corretas, não são um dogma.”

O CONy vai contar com sessões especiais sobre polineuropatia amiloidótica familiar e doença de Machado-Joseph, além de incluir uma homenagem a Fernando Tomé, neurologista português já aposentado, que se distinguiu no Hôpital Universitaire de La Pitié-Salpêtrière, em Paris, nomeadamente, no conhecimento da distrofia muscular oculofaríngea.



O responsável principal pelo evento de 2016 é Amos Korczyn, do Departamento de Neurologia da Universidade de Tel Aviv, Israel, e que também esteve presente no Congresso da SPN. Em declarações à Just News, salientou a importância do CONy, como um encontro “que vai reunir especialistas dos mais variados pontos do mundo, para falarem sobre os últimos avanços na Neurologia e as controvérsias da especialidade, a fim de se caminhar para uma melhor prática clínica”.



Do vasto programa do Congresso da Sociedade Portuguesa de Neurologia faziam parte diversas mesas redondas, onde foram debatidos temas como "Avanços em Neuro-Oncologia", "Doença neurológica na idade pediátrica: transição para a vida adulta", "Terapêutica endovascular no AVC agudo". Como é habitual, o evento motivou a apresentação de um número elevado de trabalhos.












Imprimir