60 profissionais das cinco ARS do país recebem formação sobre a prevenção do suicídio em meio escolar

Entre enfermeiros, psicólogos, médicos e assistentes sociais, foram 60 os profissionais pertencentes a equipas de saúde locais, de norte a sul do país, que estiveram, durante três dias (de 15 a 17 de junho), a receber formação na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), no âmbito do programa de prevenção do suicídio em meio escolar "+ Contigo".

A “promoção da saúde mental” e “os comportamentos suicidários e adolescência”, numa ótica de prevenção de comportamentos de risco, foram os principais temas da formação frequentada por estes profissionais das cinco administrações regionais de Saúde (ARS) do país – Centro, Algarve, Alentejo, Norte e Lisboa e Vale do Tejo.

Em comunicado, a ESEnfC adianta que estes colaboradores do programa "+ Contigo" vão, agora, "poder reforçar as ações de sensibilização no país, estendendo-as a praticamente todo o território nacional".

Da responsabilidade da ESEnfC e da Administração Regional de Saúde do Centro, o “+ Contigo” foi criado no âmbito de um curso de especialidade em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria e trabalha aspetos como o estigma em saúde mental, o autoconceito e a capacidade de resolução de problemas, devidamente enquadrados na fase da adolescência. A população-alvo deste programa é constituída por alunos do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário.

O curso foi financiado pela Direção-Geral da Saúde, que apoia o programa “+ Contigo” e que o inseriu no conjunto de medidas do Plano Nacional de Prevenção do Suicídio.

Imprimir