Sexualidade e saúde nos cuidados primários: «relação de confiança ajuda a expor dúvidas»

A "relação de confiança" que normalmente existe entre o utente e o médico e o enfermeiro de família "pode ajudar na solução de problemas relacionados com a sexualidade", afirma Luísa Ramos, coordenadora da USF Andreas, em Mafra. 

De acordo com a médica de família, “as pessoas recorrem aos cuidados de saúde primários para expor as suas dúvidas e medos sobre esta área", sublinhando tratar-se de um tema "que é muito abordado nas consultas”.

"Sexualidade & Saúde" é exatamente o tema central das II Jornadas que esta unidade vai realizar no dia 16 de maio. De inscrição gratuita, a reunião terá lugar no Auditório Beatriz Costa, em Mafra.



Consultas que "exigem muita privacidade"

Luísa Ramos, que também é presidente das jornadas, salientou que o tema escolhido teve por base "as dificuldades sentidas por médicos e enfermeiros na prática clínica".

“Apesar da formação que é dada no Internato de Formação Específica, tratam-se de consultas que, regra geral, exigem muita privacidade, o que dificulta a presença de outras pessoas que não conhecem o utente, daí a necessidade desta revisão e atualização”, explicou. 



A coordenadora também salienta o caráter multidisciplinar da sexualidade. “Engloba áreas como a Psicologia, a Urologia, a Ginecologia, a Endocrinologia, a Psiquiatria e um componente relacional muito forte, por isso a Medicina Geral e Familiar, como especialidade mais generalista, terá mais competências para abordar esta matéria”, disse.

O evento conta com a participação de preletores de USF, mas também de várias outras entidades. É o caso do Centro Hospitalar Lisboa Central, Instituto Superior de Psicologia Aplicada, Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa, IPO Lisboa, Grupo de Estudos da Sexualidade da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar e Associação ILGA Portugal - Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero.


Elementos da Comissão Organizadora

O impacto da doença crónica na saúde sexual será tema de uma das mesas redondas. Os oradores convidados para esta sessão irão abordar questões especificamente ligadas às áreas da Oncologia, Endocrinologia e Cardiologia. “Disfunção sexual” e  “Sexualidade e género” são outros dos temas que vão ser abordados na reunião.

O programa completo pode ser consultado 
aqui.

Para mais informações e efetuar a inscrição (gratuita) é necessário enviar e-mail para rute.santos@arslvt.min-saude.pt com os seguintes dados: nome, categoria profissional e unidade funcional.
Podem ser consultadas mais informações aqui.


seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir


Médicos de família assinalam Dia Mundial da Asma 2019 na Sertã