Medicina Familiar: «marco formativo» arranca no Porto com «grande interatividade»

Aos 56 anos, Rui Costa prepara-se para  concretizar um “sonho antigo”, partilhando o desafio de organizar a 1.ª edição das Jornadas Multidisciplinares de Medicina Geral e Familiar com os seus colegas (e amigos!) Paulo Pessanha (61 anos) e Manuel Viana (60), também eles especialistas de MGF.

Para além de se conhecerem e de trabalharem juntos há muito tempo, e das suas “relações de amizade de longa data”, há um aspeto fundamental a considerar:

“Temos o gosto de partilhar conhecimento.” Com uma significativa experiência formativa e educacional, “achámos por bem levar a cabo este nosso projeto, para tentar ir de encontro às necessidades dos nossos pares”.


Rui Costa, Manuel Viana e Paulo Pessanha

“O que nos interessa é que a prática da medicina vá de encontro às necessidades da população e se nós colaborarmos na atualização científica dos profissionais de saúde, nomeadamente dos médicos, pensamos estar a dar um contributo importante para melhorar a resposta do SNS”, afirma Rui Costa.

Interatividade e casos práticos

Agendadas para dias 7 e 8 de março, as Jornadas Multidisciplinares de Medicina Geral e Familiar (MGF) têm um conceito "diferente dos poucos eventos do género que existem no país".

De acordo com Rui Costa, além da "forte componente de interatividade", o evento terá como base os casos clínicos, "que pretendem ser o ponto de partida para o conhecimento de uma determinada temática".

Desta forma, com os "casos clínicos flash" pretende-se, em 20 minutos, "passar o essencial sobre temáticas com que somos confrontados todos os dias”. A apresentação dos casos alternará com as sessões plenárias e interativas, “algumas com televoto, outras sob a forma de uma conversa aberta”.
 

A reunião promete ser o início de um "marco formativo importante" nesta área, afirma Rui Costa

De MGF para MGF

Também o facto das Jornadas serem organizadas por especialistas de MGF "é uma mais-valia, sobretudo pelo conhecimento do contexto, ou seja, do terreno onde a especialidade atua e das necessidades e dificuldades que existem no dia-a-dia na abordagem dos seus doentes".

Nesse contexto, "em todas as mesas do programa há sempre um médico de família" e o motivo é facilmente explicado por Rui Costa: "O que nós achamos é que quando há sessões que se fazem para o médico de família, ele tem que estar diretamente envolvido na sua organização".

Criação de redes e o "desenvolvimento do conhecimento científico"

Além dos “almoços de trabalho”, os participantes encontrarão um momento diferente por ocasião do final dos trabalhos, a que foi dado o nome de “networking cocktail”. Rui Costa não tem dúvidas também quanto à importância da inclusão desta componente no programa:

“Cada vez mais a educação médica tem que coabitar com o convívio entre as pessoas. Esse é um aspeto muito importante, porque também ajuda a melhorar o conhecimento, contribuindo para promover a investigação.”

E acrescenta: “Pretendemos que a cerimónia de encerramento e de entrega de prémios, onde não faltará a música, seja um momento de bem-estar, de relaxamento, propício ao estabelecimento e aprofundamento das relações entre as pessoas, que achamos fundamental para o desenvolvimento do conhecimento científico. Na nossa opinião, esse é um aspeto que tem sido muito descurado."



Uma equipa com "grande dinâmica"

Com uma presidência tripartida, formada por três reputados médicos de família, as Jornadas que se vão realizar no Sheraton Porto, nos dias 7 e 8 de março, incluem na sua Comissão Organizadora duas assistentes de MGF e seis internos. 

Rui Costa faz questão de sublinhar que este é "um projeto que só se concretiza devido à grande dinâmica e empenho de cada um dos colegas que integra esta fantástica Comissão Organizadora." Uma equipa que reúne profissionais "com mais experiência" e outros com "maior vontade e capacidade de inovar".


Elementos da Comissão Organizadora

– Fila de trás: Hugo Barbosa Cordeiro (interno do 3.º ano), Rui Costa, Paulo Pessanha, Manuel Viana, João Manuel Matias (interno do 4.º ano) e Rodrigo Pinto Costa (interno do 1.º ano);

– Fila da frente: Rita Marques Costa (interna do 2.º ano), Ana Iva Costa Santos (assistente de MGF), Ana Correia de Oliveira (assistente de MGF), Maria Inês Pereira da Silva (interna do 3.º ano) e Rosário Mendonça e Moura (interna do 4.º ano).

O programa completo das Jornadas Multidisciplinares de MGF (atualizado a 26 de fevereiro) pode ser consultado aqui.

Contactos do Secretariado:
maria@skyros-congressos.com
Telf.: 226 165 450 | 910 956 015


seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir