Inquérito global à população marca o Dia Mundial da Hipertensão 2014

Dia 17 de maio de 2014 assinala-se o Dia Mundial da Hipertensão, promovido pela Liga Mundial da Hipertensão. Para assinalar a data, diversas instituições de saúde realizam rastreios gratuitos à pressão arterial. A campanha deste ano é marcada pela apresentação, no dia anterior, de resultados sobre programas de rastreio e pela realização do primeiro inquérito global à população por parte da Liga Mundial da Hipertensão.

Em Portugal, a Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) assinala habitualmente este dia,  promovendo campanhas de sensibilização sobre a hipertensão e rastreios à pressão arterial e outros fatores de risco cardiovascular, salientando a importância da prevenção, da deteção e do tratamento da hipertensão.


Apresentação de resultados

No dia 16 de maio, e no âmbito das atividades associadas ao Dia Mundial da Hipertensão, a Liga Mundial da Hipertensão anuncia os resultados de uma campanha desenvolvida em 2013/2014 e que consiste em apoiar organizações nacionais de hipertensão a desenvolver amplos programas de rastreio para identificar quem tem hipertensão. Intitulada "Conheça a sua pressão arterial", esta campanha irá ser repetida anualmente durante os próximos 5 anos.

De forma a que os resultados possam ser apresentados no dia anterior ao Dia Mundial da Hipertensão, a Liga Mundial da Hipertensão convida todas as organizações nacionais de saúde pública, cardiovascular e de hipertensão a participar e a enviar os resultados dos programas de rastreio até dia 2 de abril.

Em simultâneo, a Liga Mundial da Hipertensão apela, este ano, a todas as pessoas a participarem num inquérito global que está a promover, fazendo a medição da sua pressão arterial, "seja em casa, numa clínica ou num centro de saúde ou farmácia. Tome nota dos valores da sua pressão arterial, de preferência repetindo o processo por três vezes, com 2 minutos de intervalo." Os dados podem ser enviados através de formulário.

"Pela primeira vez a Liga Mundial da Hipertensão está a envolver a população mundial de uma forma interativa, de maneira a aumentar a sensbilização à hipertensão", refere Arun Chockalingam, Secretário Geral da Liga Mundial da Hipertensão. O responsável acrescenta: "Durante as duas primeiras semanas de maio, vamos fazer uma análise de quantas pessoas, de cada país, participaram neste inquérito e quantas estão em cada categoria (normal, potenciais hipertensos ou pré-hipertensos e hipertensos)"

Imprimir