Medicina Legal: Duarte Nuno Vieira recebe Medalha de Ouro na Eslováquia

O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), Duarte Nuno Vieira, acaba de ser distinguido com a Medalha de Ouro da Faculdade de Medicina da Universidade de Comenius de Bratislava, na Eslováquia.

A distinção foi atribuída durante a sessão solene que antecedeu o início da 51ª Conferência em Medicina Legal da Eslováquia e o 25º Encontro Internacional em Medicina Forense Alpe-Adria-Pannonia. 

O evento, que está a decorrer na Eslováquia, de 7 a 9 de junho, envolve especialistas de 22 países, como é o caso de Duarte Nuno Vieira, que participa como conferencista convidado.


Jozef Sidlo, presidente da Sociedade Eslovaca de Medicina Legal, Duarte Nuno Vieira e Davide Ferrara, presidente da Academia Internacional de Medicina Legal.

Apoio a atividades no âmbito da "Medicina Legal Humanitária"

De acordo com a Universidade de Coimbra, a Medalha de Ouro reconhece a "colaboração estreita" que o catedrático da FMUC tem mantido com a área de Medicina Legal da Faculdade de Medicina da Universidade de Comenius, mas também "o papel que tem desempenhado na formação pós-graduada de profissionais forenses dos países da região Alpe-Adria-Pannonia e o apoio a atividades forenses na região, no contexto da chamada Medicina Legal Humanitária".

Prestígio internacional na Medicina Legal e Ciências Forenses

Natural de Coimbra, Duarte Nuno Vieira foi já eleito o melhor investigador forense do mundo, ao vencer a Douglas Lucas Medal em 2014, a mais prestigiada distinção na área da Medicina Legal e Ciências Forenses. Durante 13 anos, foi o rosto do Instituto Nacional de Medicina Legal. Foi ainda diretor do Instituto de Medicina Legal de Coimbra e do Colégio da Especialidade de Medicina Legal.

Além de diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, é professor catedrático da FMUC e da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior. A paixão pelo ensino leva-o ainda a percorrer outras instituições nacionais e internacionais na qualidade de professor visitante em mestrados e cursos de pós-graduação.



Acumula ainda, entre outras, as funções de presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal, do Conselho Consultivo Forense do Procurador do Tribunal Penal Internacional, da Rede Iberoamericana de Instituições de Medicina Legal e Ciências Forenses, da Associação Portuguesa de Avaliação do Dano Corporal e de vice-presidente da Confederação Europeia de Especialistas em Avaliação e Reparação do Dano Corporal.

Entre os muitos cargos que exerceu no passado está o de presidente da Academia Internacional de Medicina Legal, da Associação Internacional de Ciências Forenses, Associação Mundial de Médicos de Polícia, Academia Mediterrânea de Ciências Forenses e Associação Latino-Americana de Direito Médico.

Tem ainda desempenhado funções como consultor forense e perito no âmbito das Nações Unidas, Cruz Vermelha, Conselho da Europa e Conselho Internacional de Reabilitação de Vítimas de Tortura.

Imprimir