Congresso de Ginecologia com «a maior participação de sempre»

Com perto de 700 inscrições, o Congresso Português de Ginecologia, que está a decorrer em Vilamoura, é aquele que, até ao momento, reuniu mais inscrições, o que, para Fernanda Águas, presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia (SPG), “constitui um sinal da vitalidade da Sociedade”, permitindo augurar um “futuro promissor” para a Ginecologia em Portugal.

A diretora do Serviço de Ginecologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) falava na cerimónia de abertura da 14.ª edição do Congresso, que teve lugar esta quinta-feira.



“A SPG tem 1242 associados e é por estes que a estrutura diretiva se esforça por atingir os seus grandes objetivos, ou seja, a formação contínua dos ginecologistas, procurando contribuir para que a Ginecologia que se pratica em Portugal acompanhe o que de melhor se faz na Europa e por esse mundo fora”, referiu, sublinhando:

“O resultado a almejar será sempre atingir o nível mais elevado possível da qualidade da assistência prestada à mulher”.

Fernanda Águas fez questão de prestar homenagem a Aurélio Lopes Ferreira, um dos fundadores da SPG, membro de várias direções, e presidente de honra do XI Congresso Português de Ginecologia, cuja notícia do falecimento foi recebida precisamente esta quinta-feira. Nas suas palavras, o médico foi “um dos grandes vultos da Ginecologia em Portugal”.

A especialista manifestou, ainda, publicamente o seu “reconhecimento e profunda admiração” por João Luís Silva Carvalho, presidente de honra do Congresso, que esteve sempre muito ligado à Sociedade, da qual foi tesoureiro e secretário-geral, tendo sido ainda por sua iniciativa que foi criada a Secção de Endoscopia, da qual foi o primeiro presidente



Na abertura, a presidente da SPG lembrou que no Congresso será eleita a Direção da Sociedade para o próximo triénio, tendo apelado ao voto, embora exista apenas uma lista candidata.

Por sua vez, Paulo Águas, reitor da Universidade do Algarve, resumiu um pouco da história da instituição que representa, que reúne 7500 estudantes, dos quais 1000 são estrangeiros, tendo salientado que a área da Saúde representa 15% dos estudantes. E destacou, também, o trabalho desenvolvido no Centro de Investigação em Biomedicina da Universidade do Algarve, classificado como excelente pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.



Em representação do bastonário da Ordem dos Médicos, mas também na qualidade de presidente da especialidade de Ginecologia /Obstetrícia da Ordem dos Médicos, João Bernardes também marcou presença, tendo deixado três notas, duas delas sobre a SPG: realçou “ a forma cúmplice” como aquela tem trabalhado com o Colégio e o facto de ser “impressionante como na SPG a ciência, a formação e o humanismo se ligam tão bem”.

Sobre o presidente de honra, João Bernardes destacou duas características: “coragem e lealdade”.

seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir