Centro de Mama do CHSJ celebra 10.º aniversário com reunião ibérica de cirurgia mamária

O Congresso Anual da Asociación Española de Cirujanos de la Mama (AECIMA) realizou-se, este ano, na cidade do Porto. O evento, que soma já sete edições, alterou o seu formato habitual, designando-se: "Reunião Ibérica de Cirurgia Mamária".

Esta iniciativa realizou-se no âmbito do 10.º aniversário do Centro de Mama do Centro Hospitalar de São João (CHSJ), coordenado por José Luís Fougo. De acordo com o médico, a deslocação de cirurgiões espanhóis a Portugal para organizar aqui o seu congresso acaba por ser revelador do trabalho de elevada qualidade desenvolvido pela sua equipa.


Elementos da equipa do Centro de Mama do CHSJ

Em declarações à Just News, o responsável salienta que a AECIMA é uma associação profissional focada na cirurgia mamária, “uma especialidade médica nova que está a desenvolver-se”.

De acordo com o oncologista cirúrgico, há alguns cirurgiões de mama portugueses que são sócios da associação espanhola, até porque, conforme refere, “em Portugal não há nenhuma associação organizada para este tipo de atividade”. Acresce que o número de cirurgiões de mama no nosso país é pequeno.



Durante a reunião ibérica, foram debatidos "vários temas focados na profilaxia do cancro da mama", tendo os especialistas abordado questões como a definição de pessoas com risco aumentado para o problema e o que fazer nesses casos para reduzir o risco (mastectomias preventivas e reconstrução mamária).

Também se falou muito sobre o tratamento das complicações dos tratamentos do cancro da mama, quer a cirurgia, quer a radioterapia. Segundo José Luís Fougo, "é fundamental haver estratégias definidas para resolver estas situações".



Ao longo dos dias 10, 11 e 12 de maio estiveram reunidos na Invicta 300 congressistas, tendo sido apresentados um total de 130 trabalhos científicos originais.


José Luís Fougo com Antonio Güemes Sánchez, presidente da AECIMA

O 1.º centro do SNS a ser certificado pela EUSOMA

A excelência do trabalho desenvolvido no Centro de Mama do CHSJ no diagnóstico, no tratamento e no seguimento dos doentes com cancro de mama é reconhecida não só a nível nacional – está certificado pela norma ISO 9001/2015 (APCER) desde dezembro de 2015 –, mas também internacional, pela EUSOMA - European Society of Breast Cancer Specialists, sendo que, depois de um processo que durou cerca de quatro anos, tornou-se o primeiro centro de mama do Serviço Nacional de Saúde a obter Certificação Clínica Europeia.

Uma década após a criação do Centro de Mama do CHSJ, o balanço feito pelo seu coordenador é positivo: "O trabalho assistencial tem vindo a crescer todos os anos."

O responsável antecipa que o maior projeto do Centro, que deve acontecer no próximo ano, é a mudança de instalações. Adicionalmente, está a ser desenvolvido internamente um plano que se espera que conduza o Centro "a realizar a maior parte das cirurgias oncológicas mamárias em regime de ambulatório".



seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir