«A Cirurgia, a capacidade de resolver os problemas pela nossa ação direta, seduziu-me»

Alguns dias antes de deixar o Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital de Santa Maria (HSM)/Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), ao qual está ligado desde 1978, tendo assumido a sua Direção em 2012, José Fernandes e Fernandes recorda alguns dos momentos mais marcantes da sua carreira profissional.

Seguindo os ensinamentos do seu pai, que foi clínico geral, o professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL), que preside à Comissão Organizadora do 7th Lisbon Vascular Forum, menciona ter procurado sempre “estar preparado para criar e aproveitar as oportunidades que a vida proporcionava e fazer bem… e fazer o Bem”, um lema que procurou transmitir aos seus colaboradores.



Melhorar a qualidade de vida dos doentes: "Isso cativou-me!"

Em entrevista de fundo à Just News, publicada no Jornal do 7th Lisbon Vascular Forum, distribuído aos participantes do evento, José Fernandes e Fernandes deixa claro a sua paixão pela atividade que tem desenvolvido ao longo dos anos:

"A Cirurgia, a capacidade de resolver os problemas pela nossa ação direta, seduziu-me e... conquistou-me! Há uma frase de Sir William Osler, grande figura da Medicina do começo do século XX e um dos fundadores da Johns Hopkins e da moderna Medicina norte-americana, na qual ele resumiu o impacto da doença das artérias: The major tragedies in life are arterial! E esta é uma verdade que persiste mesmo no nosso tempo. Eu acho que é verdade, que podemos resolver muitos problemas, melhorar a esperança e a qualidade de vida dos nossos doentes, e isso atraiu-me, fascinou-me e cativou-me!".

Departamento de Coração e Vasos

Relativamente à participação do Serviço de Cirurgia Vascular no projeto do Departamento de Coração e Vasos, "que iniciámos com os nossos colegas e responsáveis da Cardiologia e da Cirurgia Cardiotorácica", José Fernandes e Fernandes considera que "poderá representar um avanço muito relevante para a investigação, desenvolvimento e prestação de cuidados médicos na área cardiovascular.

Na sua opinião, poderá "permitir uma melhor utilização e racionalização dos recursos disponíveis, assim o Conselho de Administração queira e possa e as circunstâncias o permitam!".

Imprimir


I Jornadas Multidisciplinares de Medicina Geral e Familiar: «um marco formativo»