«É urgente criar Centros Covid-19, separados dos hospitais e centros de saúde»

A Ordem dos Enfermeiros sublinhou hoje a necessidade e urgência de serem criados centros dedicados em exlusivo ao Covid-19. O objetivo primordial é que estas valências, ao estarem separadas dos hospitais e centros de saúde, permitam "continuar a receber, tratar e cuidar de pessoas com outras patologias, sem existir risco de contágio".
 
De acordo com Ricardo Correia de Matos, presidente do Conselho Directivo da Secção Regional do Centro, "na área dos Hospitais de referência, deve ser isolado um edifício dedicado exclusivamente, ao diagnóstico e  isolamento das pessoas suspeitas ou infectadas que ainda não necessitem de cuidados intensivos".

 
Ricardo Correia de Matos

O responsável recorda que "todos os dias estão a aparecer cadeias de transmissão activas dentro dos hospitais e centros de saúde".

Salientando que "esta realidade é absolutamente drástica para o SNS, para as pessoas e para os profissionais de Saúde", considera ser crítico "parar rapidamente a cadeia de contágio nos profissionais de saúde".
 
O enfermeiro deixa ainda, "mais uma vez", o apelo para que todos os doentes com sintomatologia respiratória sejam tratados como casos suspeitos, realçando ser vital que todos os profissionais de saúde tenham o devido Equipamento de Protecção Individual, sem o qual "não podem avançar!".


Imprimir